@import((rwml-menu))
Sobre a UniversAbout Univers
LivrosBooks
MoedasCoins
Branco&PretoBranco&Preto
Bienal ArquiteturaArchitecture Biennale
Catálogo MCBBHM Catalog
Identidade VisualVisual Identity
Conservatório de TatuíTatuí Conservatory
Museu de Arte SacraMuseum of Sacred Art
Arquitetura e Design AmbientalEnvironmental Architecture and Design
Biblioteca de SPSão Paulo Library
Casa Pio IXThe Pio IX House
Biblioteca Parque Vila LobosParque Vila Lobos Library
Comunicação VisualSignage
Bienal de ArquiteturaArchitecture Biennale
ExposiçõesExhibitions
MadeiraWood in Architecture
Museu PeléPele Museum
RevistasMagazines
ÍndioÍndio
Brasil IndígenaBrasil Indígena
Nervo ÓpticoNervo Óptico
ContatoContact
A história da industrialização no Estado de São Paulo é contada indiretamente no livro De Santos a Jundiaí: nos trilhos da São Paulo Railway. A ferrovia foi um marco que acelerou a explosão do cultivo cafeeiro e construindo um parque industrial que até hoje é sinônimo do progresso paulistano. Editado sobre o riquíssimo acervo da extinta companhia, o livro traz reproduções de desenhos originais em linho e referências de época. Um texto fluente, resultado de intensa pesquisa sobre o acervo, faz desse livro um material de referência único sobre esse período.
The story of industrialization in the State of São Paulo is told indirectly in the book De Santos a Jundiaí: nos trilhos de São Paulo Railway (From Santos to Jundiai: on the tracks of São Paulo Railway). The railway was a milestone that accelerated the explosion of coffee farming, building an industrial park that is synonymous with the progress of São Paulo right up to the present day. Based on the most magnificent archives of the now extinct company, the book offers reproductions of original drawings on linen and period references. A fluent text, the result of intense research on the library material, makes this book a unique reference work on this period.
/